Estratégias para atuação em comércio exterior - 3.a EDIÇÃO

A partir da década de 1990, a competitividade do Brasil no comércio mundial teve significativo crescimento: novas tecnologias e estrutura logística, abertura de mercados, quebra de barreiras, entre tantos outros elementos contribuíram para o dinamismo das relações comerciais internacionais. Com esse novo panorama, manter a competitividade no mercado exige do gestor habilidade, conhecimento de leis, espírito inovador e domínio de novos modelos de gestão no processo de negociação com outros países. Em Estratégias para atuação em comércio exterior são oferecidas informações sobre operações de comércio internacional; fatores de ordem legal; cultura e sua influência na negociação internacional; barreiras ao comércio exterior de ordem tributária, não tributária e técnica; questões cambiais; ambiente mercadológico.

Sem Avaliação

Mostra e-mail?

Segurança

Digite os caracteres da imagem acima: